Estatística de venda: Exemplos para você pensar em vendas como ciência de negócio

A análise dos dados é um assunto muito relevante e que deve ser aplicado dentro das empresas. Afinal, através dessas análises podemos refletir sobre o nosso próprio processo de vendas e identificar se estamos deixando passar alguma coisa. 


O potencial dessa estratégia busca a redução de gastos, melhoria da qualidade da mercadoria ou do serviço, inovação e otimização do desempenho de vendas, entre outros. 


As estatísticas de vendas podem orientar nas tomadas de decisões e ter um alcance mais assertivo em relação aos resultados principalmente para a equipe de vendas. Além de auxiliar os vendedores a compreender melhor as motivações, tendências e comportamento do cliente. 

Veja abaixo algumas estatísticas relevantes que vão te surpreender!

Leia também: Quais são os softwares mais utilizados do mundo?

Estatística de venda: Vendas como ciência de negócio

Estatística de venda: Exemplos para você pensar em vendas como ciência de negócio

Vendas

Conforme pesquisas da Sales Hacker:

  • 65% dos vendedores passam a maior parte do tempo em atividades que não estão relacionadas com vendas. 
  • 75% dos negócios relacionados ao funil de vendas se mantêm sempre na ativa.
  • O índice de sucesso dos negócios em forecast são de 45,8%. 
  • 70% dos SDRs (Representantes de Desenvolvimento de Vendas em português) não validam o interesse do prospect no decorrer do ciclo de vendas.
  • SDRs gastam 440 horas por ano buscando conteúdo sobre os prospects.
  • 65% dos SDRs não têm total acesso às informações que precisam sobre a sua empresa pelo smartphone. 
  • 74% das empresas não fazem uma boa gestão dos seus indicadores de vendas. 
  • 94% dos gestores não confiam totalmente nos dados dos seus indicadores.
  • O turnover anual em vendas gira em torno de 20%; 
  • 71% das empresas levam até 6 meses para potencializar novos vendedores.
  • 20% do tempo de um gerente em vendas é perdido auxiliando SDRs a vender.

Conforme o  HubSpot

  •  Apenas 2% dos prospects não querem ter nenhum tipo de engajamento com os vendedores ao longo da jornada de compra.
  •  no caso de faltas, 71% engajam quando querem otimizar algo em seu negócio e outros 62% quando desejam resolver algum contratempo. 

Prospecção

Conforme o HubSpot :

  • Para 42% dos vendedores, a prospecção é considerada o momento mais difícil quando o assunto é processo de vendas. 
  • Já o fechamento e a qualificação não foram considerados tão complicados, ficando com 36% e 22%, respectivamente. 
  • 6 entre 10 pessoas querem discutir preço logo no primeiro contato. 
  • Mais da metade dos prospects querem uma demonstração logo no primeiro contato. 
  • Apenas 1 a cada 4 prospects quer discutir tópicos que interessam – e muito – aos vendedores: budget, autoridade e o timeline para a compra. 
  • 20% das pessoas preferem conversar com um vendedor na fase de decisão de compra, quando já decidiram o que de fato vão comprar.
Leia mais: Conheça o pacote Completo de Soluções Zoho One

Outros dados: 

Estatística de venda: Exemplos para você pensar em vendas como ciência de negócio
  • E-mails são até 40 vezes mais efetivos na captura de novos clientes em relação ao Facebook e o Twitter juntos. (McKinsey, 2014)
  • Os e-mails enviados entre 13:00 e 16:00 horas mostram um pico de conversão 50% maior do que a conversão. Observada nos e-mails enviados às 08:00 horas ou às 18:00 horas. (Report Reev, 2018)
  • Uma pesquisa da ContactMonkey afirma que assuntos que contenham 3 palavras ou mais têm uma taxa de abertura menor do que 15%. (ContactMonkey, 2017)
  • E-mails com uma ou três questões recebem até 50% mais respostas do que aqueles que não tem nenhuma. (Boomerang, 2017)
  • 40% dos emails que são enviados serão abertos, primeiro, no celular. (ContactMonkey, 2014)
  • E-mails personalizados, incluindo os que constam o primeiro nome do prospect no assunto, têm possibilidades de abertura maiores. (ReSci, 2018)
  • Assuntos que consigam criar um senso de urgência e exclusividade tem até 22% de taxa de abertura. (Email Institute, 2015)
  • 92% das interações com o cliente acontecem pelo telefone. (Salesforce, 2015)
  • 85% dos prospects e clientes estão insatisfeitos com a experiência que eles têm pelo telefone. (Salesforce, 2015)
  • 80% das vendas requerem até 5 follow ups para se concretizarem. (HubSpot, 2017)
  • Cerca de 35% a 50% dos prospects compram do vendedor que responde primeiro. (HubSpot, 2017)
  • Se você fizer um follow up por telefone de, pelo menos, 5 minutos com o seu lead, você tem até 9 vezes mais chances de conseguir convertê-lo em cliente.  (HubSpot, 2017)
  • 95% dos compradores escolhem uma solução se eles tiveram à disposição um conteúdo amplo que os ajudaram a navegar através de cada etapa do processo de compra. (DemandGen, 2012).

Provavelmente todos esses dados chamaram a sua atenção. Sabemos que qualquer empresa pode alcançar suas metas e a análise das estatísticas de vendas é uma peça fundamental para obter isso. Portanto, aproveite esses números, faça uma reflexão sobre o seu processo e busque entender o que deve ser otimizado e, até mesmo, reestruturado para conseguir bons resultados e se destacar no competitivo mercado.

Aproveite também para conhecer o Zoho. Um serviço que dispõe de diversas ferramentas e aplicações integradas para toda a empresa, incluindo o Zoho CRM, um sistema onde é possível filtrar os relatórios para análises, reunir dados de CRM de clientes potenciais, gerar relatórios detalhando as principais métricas relacionadas às suas tendências de vendas, campanhas de marketing, desempenho da equipe, e muito mais. 

Leia mais: 5 dicas de como padronizar informações de controle

Esse artigo foi útil para você? Faça parte do nosso time e assine a nossa newsletter para ter acesso a conteúdos exclusivos.


Até breve!

Estatística de venda: Exemplos para você pensar em vendas como ciência de negócio

Leia outras publicações