Lista de CTAs impossíveis de serem ignorados

Os CTA’s geralmente estão nas páginas de conversão, nos formulários de contato e com frequência vemos em todos os cantos dentro de um ecommerce. Outros lugares muito comuns de encontrarmos chamadas para ação são em blogs, sites de notícias e enquetes virtuais. 

Esses botões estão presentes em todo universo digital e na maioria das vezes são aliados na geração de leads, fazendo com que visitantes permaneçam nas páginas do seu site. Quando você sabe como funciona uma chamada para ação e passa à usá-la de forma estratégica, pode fazer seu negócio decolar. 

De forma resumida, como pode perceber a expressão “Call to Action” significa chamada à ação. Para os profissionais da área o termo é mais conhecido pelo anacrônico CTA, mas também atende por “chamada”. É popular no vocabulário do marketing digital e bastante explorada no web design.

Muito mais importante do que saber o que é CTA, é entender para que ela serve. A missão da Call to Action é conduzir o usuário para uma determinada ação, seja por meio de botões ou links com frases específicas. “Compre já”, “fazer download” e “leia mais” são alguns exemplos. Como esses, existem vários.

As CTAs estão ligadas diretamente ao ecommerce, mas também estão presentes em enquetes, inscrições em feeds, páginas promocionais, indicações de aplicativos, etc.

Para saber como aplicar uma chamada para ação da forma correta, desenvolvemos esse artigo para acabar de uma vez por todas com as dúvidas, e direcionar o seu cliente no caminho certo da jornada de compra.

Leia também: Faça Automação de Marketing e Vendas com Zoho

Lista de CTAs impossíveis de serem ignorados

Lista de CTAs impossíveis de serem ignorados

Conduza o usuário

Diariamente você recebe visitantes em seu site e está fazendo um bom trabalho em atraí-los para as suas páginas, agora deverá conduzi-lo até a ação desejada. Que movimentos você terá de usar para que ele siga os passos da jornada de compra e faça o que você quer?

Para conseguir direcionar esse possível cliente você precisará, inicialmente, de três itens fundamentais: clareza, objetividade e coerência.

Dez segundos é o tempo médio que um visitante permanece em uma página. Sendo assim, você tem apenas dez segundos para conquistá-lo e levá-lo a uma nova experiência. Por esse motivo, a call to action precisa ser compreendida instantaneamente e não pode fugir da proposta inicial.

Se a sua intenção for fazer com que o usuário baixe um arquivo, direcione a chamada para o download. Se, ao clicar em “baixar” o lead for encaminhado para outra página, é bem provável que a página será abandonada na primeira oportunidade. 

Você pode utilizar a plataforma Dropbox, que não só conduz o usuário de maneira que ele saiba para onde está sendo levado, como faz essa transição de forma suave, sem nem mudar de página.

Além do mais, um lead só vai clicar na sua CTA se for interessante e agregar valor para ele. Sendo assim, é fundamental que o conteúdo atrelado à call to action seja de fato relevante.

Envolva o usuário

Se você conseguiu conduzir o usuário para onde queria, então já conseguiu dar um passo importante. Agora, é necessário mantê-lo por perto.

Exigir uma infinidade de informações poderá confundi-lo. Foque no que realmente importa, sempre faça a seguinte pergunta: O que eu quero que meu usuário veja ou faça?

Isso pode ser respondido de diversas formas, pode ser pela leitura de um texto, preencher um formulário, comprar um produto dentre outras funções. Seja qual for a ação desejada, você precisa apresentar de forma simples e direta, sem firulas, obstáculos ou deixar margem para duplo entendimento. 

Ser sincero ainda é a melhor forma de se conectar a alguém. Chamadas como “baixe seu eBook”, “faça seu cadastro”, “finalize sua compra” são mais eficientes e simpáticas do que expressões genéricas como “clique aqui”.

Ao pedir os dados pessoais do visitante, aposte em formulários curtos e amigáveis. E depois que você tiver as respostas que precisa, é imprescindível confirmar a ação e agradecer por ela. Dessa forma você deixará quem está do outro lado mais confiante.

Seja irresistível

Um jeito simples de manter o usuário interessado na sua chamada é evitar que ele se distraia. Ter muitas opções pode prejudicar a usabilidade e interferir negativamente no resultado final. Estude muito bem o que deseja e escolha no máximo duas ações que você espera que ele faça em uma página e deixe-as claras.

Você só precisa ter cuidado para não causar no usuário sensação de pressão ou desconforto, mas não precisa ficar receoso, pois as call to actions existem para serem clicadas. E para que isso aconteça, elas precisam, antes de tudo, serem notadas.

Não deixe de ler: Conheça o Melhor e mais Completo Software de CRM

Como aplicar os CTA's

Lista de CTAs impossíveis de serem ignorados

1. Localização

Posicione a CTA de forma que favoreça a visualização. Deixe-a visível sem que o usuário precise recorrer à barra de rolagem.

2. Imagens

Recursos visuais chamam mais atenção do que ter textos gigantescos. Não é por acaso que chamadas usadas para eBooks, normalmente, são acompanhadas de imagens. Geralmente as páginas de apresentação de aplicativos exibem um vídeo logo no topo.

3. Cores

Saber utilizar as cores é tão essencial quanto comunicar a ação de forma sucinta e clara. Os botões não podem se misturar com os demais elementos do site, mas sim, se destacar do restante da página. Ao pensar em que cor escolher para eles, leve em consideração o contraste que eles causarão à página.

 

Essas são as nossas dicas para seus CTA’s não sejam ignorados. O que acha de aplicar nas páginas do seu site para ter resultados mais interessantes?

 

Até breve!

Lista de CTAs impossíveis de serem ignorados

Leia outras publicações