O que é BPMN?

BPMN é uma sigla para Business Process Model and Notation, trata-se de uma notação direcionada a modelagem de processos de negócio. Ou seja, o BPMN estabelece um padrão para representar os processos de forma gráfica, através de diagramas. 


É um padrão, que possui um conjunto de símbolos e regras, que permite modelar diferentes fluxos de processos, com diversos níveis de detalhamento.


O surgimento da notação BPMN está relacionada ao esforço coletivo entre várias empresas de ferramentas de modelagem. Cada uma delas possuía sua própria notação, entretanto, isso se mostrou muito improdutivo com o decorrer das experiências, pois dificultava a vida de usuários e clientes. Atualmente, a notação é mantida pelo Object Management Group (OMG), uma entidade internacional sem fins lucrativos que regulamenta padrões tecnológicos.


Qual a solução encontrada? 


Bom, trouxeram o novo de uniformizar o jeito de modelar processos. Dessa maneira ‘’nasceu’’ um novo código, o BPMN, assunto deste conteúdo! 


Ele é capaz de maximizar a compatibilidade entre sistemas de informação e facilitar a comunicação entre stakeholders. Justamente por esse motivo que esse padrão se tornou tão popular nas organizações. Temos conhecimento de que hoje as principais ferramentas de modelagem de processos oferecem suporte ao BPMN, que pode ser considerada a notação mais aceita, discutida e utilizada para modelar e automatizar processos com eficiência.

Quais são os benefícios do BPMN

O que é BPMN?

1. Facilidade na comunicação

O BPMN estabelece uma linguagem comum, esta característica torna os processos mais otimizados, pois é capaz de ser compreendida por todas as pessoas envolvidas nos processos de negócio: estrategistas, analistas de negócio, entre outros setores. Isso ocorre porque o BPMN utiliza diagramas simples, que traduzem a complexidade dos processos e apontam como eles funcionam de maneira descomplicada.

2. O BPMN é versátil

O BPMN pode ser aplicado a diferentes tipos de processos: administrativos, financeiros, operacionais, garantia de qualidade, desenvolvimento de produtos, desenvolvimento de softwares, entre outros. O que não acontece com outros tipos de notação, o BPMN é de uso aberto e tem compatibilidade com outros modelos, isso porque não foi elaborado com o foco apenas em uma área.

3. Suportado por ferramentas de BPMS

 Como funciona o BPMS (Business Process Management Suite)


Esse é o nome oferecido às ferramentas que apoiam a gestão de processos em uma empresa, seja na parte de modelagem, execução ou controle.


A utilização da notação BPMN permite com que a representação gráfica dos processos de negócio seja entendida em ambiente de operação. Hoje, há muitas ferramentas que fazem a automação dos processos a partir dos diagramas em BPMN!

Como funciona o BPMN?

O que é BPMN?

O BPMN dispõe de um conjunto muito rico e completo de símbolos. Diante disso, diversas pessoas acreditam que essa característica prejudica o entendimento da linguagem pelos stakeholders. Entretanto, para modelar processos não é necessário decorar todos esses símbolos e regras. Jamais se esqueça disso: você é um homem e não uma máquina


Os elementos de BPMN estão organizados em quatro grupos: objetos de fluxo, artefatos, objetos de conexão e swimlanes.

Objetos de Fluxo (Flow Objects)

Tratam-se de elementos gráficos descritivos dentro do BPMN. Eles se dividem em: atividades, eventos e decisores.

  • Atividades (Activities): uma atividade é um trabalho que precisa ser executado dentro do processo. Atividades podem ser divididas em subprocessos e tarefas. (Exemplo: preparar a macarrão)
  • Subprocesso: possui uma sequência de passos.
  • Tarefas: é o menor nível de trabalho, aponta as ações executadas por uma pessoa/papel para agregar valor ao resultado do processo.
  • Eventos (Events): estão relacionados a  alguma situação que acontece no processo. Os eventos afetam de maneira direta o fluxo e têm uma causa (trigger) e um impacto (result). Os eventos podem ser de início, intermediários e de fim. (Exemplo: receber um telefonema)
  • Decisores (Gateways): eles representam um ponto onde o fluxo precisa ser controlado. Os gateways separam e juntam o fluxo. Por outro lado, os marcadores representados em seu centro indicam diferentes tipos de comportamento. (Exemplo: a decisão pela forma de pagamento)

Artefatos (Artifacts)

São utilizados para agregar informações adicionais ao processo que está em desenvolvimento. Há três tipos comuns de artefatos:

  • Objetos de dados: apontam como os dados são requeridos ou produzidos por atividades;
  • Grupos: empregados para realizar a documentação ou análise;
  • Anotações: utilizadas para transmitir ao leitor mais informações sobre uma atividade.


Objetos de Conexão (Connecting Objects)

O que é BPMN?

Os objetos de conexão representam a forma pela qual os objetos de fluxo se conectam entre si. Assim como o caso acima, eles se dividem em três tipos:

  • Associação: associa os artefatos ao fluxo do processo;
  • Fluxo de mensagem: representa a troca de informações do processo com o mundo externo;
  • Fluxo de sequência: sequência ou ordem do fluxo, ou seja, das atividades do processo.

Swimlanes

As swimlanes organizam as atividades em categorias visuais separadas, que agem de maneira semelhante a um contêiner para os objetos de fluxos. Elas se dividem em:


  • Piscina (Pool): representa a organização em si e traz os fundamentos e princípios fundamentais do processo. O seu uso ocorre quando o diagrama abrange dois participantes ou entidades de negócio (que não estão fisicamente no mesmo lugar no diagrama) e detalha o que cada um faz, separando os processos e eventos em áreas protegidas, cujos nomes são pools.


  • Raia (Lane): trata-se de subdivisões existentes no pool. Sua principal função é manter todas as atividades do processo organizadas. As atividades podem ser separadas de acordo com as atividades associadas, que podem ser função ou papel. Exemplo: a representação da lane pode estar associada a um setor ou área dentro da companhia que é apresentada pelo pool.


Em resumo, Pools separam entidades de negócio e Lanes separam as atividades por departamentos ou papéis. O BPMN pode ser considerado um novo pensamento para cobrir outros tipos de modelagem, que permite que se crie um fluxo do processo de negócio do início ao fim, de uma ponta a outra. Todos os elementos que compõem a estrutura do BPMN permitem ver e compreender com facilidade o processo de negócio através de diagramas simples para os clientes (empresários, administradores e gestores de um negócio), porém exigem treinamento, experiência, perspicácia e eficiência para serem criados.


Compreender de maneira profunda o que é BPMN não é algo que vai acontecer do dia para noite, principalmente se você estiver começando agora na área. Porém, com o acompanhamento dos profissionais corretos e a prática contínua você é capaz de se tornar um especialista! 


Entre em contato comigo através do formulário, vou ter o maior prazer em compartilhar experiências para você melhorar o seu negócio!

Até a próxima! 

O que é BPMN?

Leia outras publicações