O que é Tag Manager? - Primeiros passos

Olá, você já sabe o que é Tag Manager?

Lançado em 2012, o Google Tag Manager surgiu para facilitar a vida de quem almeja com eficiência monitorar visitas, conversões e outras métricas de seus sites.  

Google Tag Manager trata-se de uma ferramenta gratuita do Google na qual é permitido inserir somente um código em um site, para então depois instalar inúmeros serviços sem necessidade de mexer nesse código. Conforme a centralização da gestão de códigos no GTM, o marketing adquire autonomia, além de melhorar a produtividade e reduzir custos com TI.  

Antes do Google Tag Manager surgir, precisávamos que fosse incluído uma série de códigos, diretamente no código fonte de nossos sites. O Tag Manager veio com a proposta de transformar essa questão, até pelo motivo de que você pode incluir apenas um script em sua página e fazer as outras inclusões necessitadas, tudo em apenas um único lugar, sem a necessidade de acessar seu servidor.

Não deixe de ler: O que é lead?

Como Funciona o Tag Manager?

Atualmente, o Tag Manager trata-se de uma ferramenta muito robusta, dividida em 3 pilares: tags, triggers e outras variáveis. Siga lendo para compreender como cada uma delas funciona. Está preparado?

Vamos lá!

Inspiração para você: “Não tenha medo de desistir do bom para ir atrás do ótimo.”

John D. Rockefeller

Tags

Tags, são basicamente os scripts que você inclui, tais como: tags de remarketing, tag de conversão do AdWords, do Facebook, entre outras diversas tags HTML que podem ser facilmente inseridas.

Triggers

O trigger age para determinar quando uma determinada tag será acionada. Há como definir o acionamento através de um clique, do carregamento de uma página, da submissão de um formulário e de inúmeros modos diferentes. O uso desse pilar com sabedoria é ter o poder concentrado em suas mãos.

Variáveis

As variáveis estão disponíveis para serem manipuladas dentro de suas tags ou de seus triggers. Por exemplo, a tag do Google Analytics, que pode ser cadastrada como uma variável, possibilitando que você garanta mais velocidade e praticidade em seus monitoramentos.

Leia mais: O que é Data Driven?

Vantagens do Tag Manager

A vantagem principal de utilizar o Google Tag Manager é conseguir manipular seus códigos de monitoramento de modo prático e sempre que necessitar. Até pelo motivo de que depender de uma pessoa que tenha acesso e habilidade para mexer no código fonte, pode fazer com que seu trabalho fique um tanto quanto burocrático.  

Outro fato importante é que existe sempre o risco de mexer em um trecho do código do site e dessa forma gerar algum tipo de problema. Ou em outro caso, inserir uma modificação em uma página e esquecer de alterar em outro lugar.

Utilizar o Tag Manager aumenta também a segurança em seus projetos, uma vez que somente uma pessoa pode ficar responsável pelas modificações. Além disso, existe um histórico de modificações, que permite você voltar em versões anteriores nos casos de que algum erro ocorra ou alguma modificação que não era para ter sido realizada já tenha sido feita.

Leia também: O que é CRM?

Se inspire mais: “Todo grande sonho começa com um sonhador. Sempre se lembre que você tem dentro de você a força, paciência e paixão para alcançar as estrelas para mudar o mundo.”
Harriet Tubman

Benefícios do Google Tag Manager

Velocidade: novas tags podem ser instauradas de modo rápido, sem a necessidade de inclusão de código no site (versão de homologação, produção, entre outras). O que acelera o aproveitamento de oportunidades de marketing.

Flexibilidade: com o GTM o time de marketing possui maior flexibilidade na implementação de tags. Benefícios também para a equipe de TI que poderá estar mais focada em limitações mais críticas para o negócio

Tagueamento rápido de eventos: possibilidade de automação no tagueamento de eventos de clique. Acelerando a compreensão do comportamento dos usuários com os inúmeros elementos da página.

Permissionamento: flexibilidade para a administração das tags, onde uma empresa pode criar tags, macros e regras e a equipe interna tem permissão de controlar as atualizações no site.

Versionamento: cada versão é armazenada e datada, caso ocorra algum problema a versão anterior poderá ser reativada de forma imediata.

Testes: antes de cada nova versão ir ao ar testes poderão ser feitos sem interferir na operação do website.

Não deixe de ler: O que é Funnelytics: O novo conceito em Web Analytics

Como criar uma conta no Tag Manager

O primeiro passo é acessar a página do Google Tag Manager e fazer login com a sua conta do Google. Caso utilize o Google Analytics, utiliza a mesma conta para o Tag Manager.

Neste primeiro momento indique o nome da sua empresa e depois clique em “Continuar”

Google Tag Manager


O segundo passo é configurar o contêiner. O contêiner é como uma tag principal, que serve como base para todas as demais tags. Para cada site que possuir, crie um contêiner.

O nome do contêiner será o seu site.Após isso, defina também onde ele será utilizado: Web, iOS, Android ou AMP.

Ao selecionar a opção que será utilizada, clique em “Criar”.

Após ler os termos de serviço e depois clique na opção “Sim” para prosseguir.

Desse modo, será gerado o código base do GTM. Ele deve ser inserido após a tag <body> do seu site. Por fim, você pode realizar inúmeras ações através do Google Tag Manager.

Leia também: Principais benefícios em adotar um CRM

Conclusão: o que é Tag Manager

O marketing digital, assim como a gestão de lojas online se baseiam em dados. Isso quer dizer que é de suma importância compreender como os usuários estão interagindo com o seu site.

Por um lado, o Google Analytics colabora para levantar informações muito importantes, porém, por outro lado ele tem inúmeras limitações quando usado sozinho.

Como o monitoramento de dados é fundamental para compreender se as estratégias elaboradas estão realizando efeito almejado, vale a pena apostar em outras ferramentas que colaboram para a coleta dessas informações.

Para evitar a necessidade de depender das manipulações avançadas do código-fonte do site para chegar a esse nível de análise, é aconselhado contar com a Google Tag Manager (GTM).

Continue acompanhando e receba mais dicas para seu negócio!

Até a próxima!


O que é Tag Manager? - Primeiros passos

Leia outras publicações